25 de ago de 2010

Continuando ... informações importantes sobre as Glicíneas

Fiquei com a consciência pesada de não ter postado a ficha técnica da Glicínea (aquela trepadeira que postamos fotos ontem). Fotos são inspiradoras, relaxantes, mas no nosso caso, é pouco! O ideal é conhecermos melhor sobre a planta.


Corri para o site: http://www.jardimdeflores.com.br/ que tem boas informações e quero compartilhá-las com vocês (fiz alguns comentários na cor vermelha)


Pertencente à família das Leguminosas, a glicínia ‚ é uma planta trepadeira de grande valor ornamental. Por suas características, pode ser cultivada como um arbusto e até mesmo como um bonsai, dependendo das podas que forem realizadas.

Planta vigorosa e lenhosa (forma um tronquinho), a glicínia produz belos cachos de flores nas colorações branca (esta é mais rara), lilás ou rosadas. São três as espécies disponíveis: Wisteria sinensis, Wisteria floribunda ou multijuga e Wisteria macrostachya. A espécie Wisteria sinensis, nativa da China, apresenta cachos de flores com tamanho que não ultrapassa 30 cm. Já a Wisteria floribunda ou multijuga produz cachos floridos que podem atingir até 45 cm. (que tal que enormes!)

A glicínia se reproduz bem e floresce mais rapidamente por meio de estacas de galho, entretanto, o plantio pode ser realizado também através de sementes, apesar da floração ser mais demorada. (compre mudas maiorzinhas para não morrer de ansiedade, rsrs)

A planta necessita de sol direto para se desenvolver bem e florir bastante. (Plante no jardim, ou mantenha seu vaso na varanda onde bata sol)

Quanto ao clima, não é muito exigente, mas o ideal para o cultivo é o clima temperado. (se temperado quer dizer, louco, acho que aqui no Sul é o ideal!)

Um cuidado especial: as glicínias necessitam de boas regas, principalmente nos períodos de crescimento e floração, portanto, não descuide das regas, evitando deixar o solo excessivamente seco. (Isso é muito importante!!! Nâo esqueça!)

As podas, que devem ser realizadas durante os meses de abril e maio, é que vão determinar o formato da planta. De qualquer forma, a glicínia vai precisar ser tutorada para que seu crescimento seja ordenado. (tutorada quer dizer: colocar uma estaca, um pedaço de madeira, um "pauzinho" para conduzir a planta)

Nos jardins ou varandas, pode até ser plantada em vasos grandes ou caixas que suportem bem o crescimento das raízes. (Ela precisa de espaço gente! Não a plante em uma floreira qualquer. Seja generoso na escolha do vaso) 

Sob outro aspecto, é importante destacar que a glicínia é muito apreciada pelas abelhas, sendo uma espécie muito valiosa para os apicultores. (Quem não gosta da visita das abelhas escolha outra espécie de trepadeira! Não compre por impulso pra depois não desistir dela!)





Agora sim!
Um beijinho e até!

Um comentário:

  1. Tenho um gazebo na área da churrasqueira e gostaria de cobri-lo com glicínias. A exposição ao sol é constante e intensa.
    Que quantidade de terra preciso para plantá-la? E O Tamanho do vaso?
    Obrigada
    Regina

    ResponderExcluir